Posts by Mario Lúcio Mesquita Machado (Lucius)

Nascimento

De todos os atributos que diferenciam a humanidade dos outros animais, o que eu apontaria como o mais sublime é o seu ardente anseio por entendimento. Para o ser humano, não basta estar vivo, é preciso saber por que se está vivo. É preciso conhecer a Natureza, como ela funciona, como funcionamos nela, como nos relacionamos com ela. O ser humano tem uma sede infinita por se conhecer e se

Continue lendo…

Pedacinhos

De tempos em tempos, alguma palavra obscura surge no vocabulário popular e passa a rotular tudo aquilo que se quer que possua um tom misterioso e sobrenatural. Atualmente, a bola da vez é o “quântico”. Dizer que alguma coisa é quântica é a senha para identificar tal coisa como milagrosa, draculesca, capaz de resolver os problemas mais intrincados das profundezas do abismo. Sem dúvida, desde seus primeiros passos, no começo

Continue lendo…

Por que Magia?

Da mesma forma que a ciência, a magia não é, nem deve ser, um fim em si. Quem está de fora, e não a conhece, pode se interessar não pela magia, mas por eventuais efeitos fantásticos que ela proporciona, e segui-la justamente por estes efeitos. Proceder assim é como ser atraído pelos olhos-de-gato de uma estrada, e segui-la por causa dos olhos-de-gato, ignorando para onde ela vai. Mas qual é

Continue lendo…

Em Nossas Mãos

O argumento de muitas pessoas para fenômenos mais ou menos apartados da realidade cotidiana é: “só acredito vendo”. Parece uma atitude prudente, e de fato é, em certa medida. Atualmente esta frase pode ser expandida para “só acredito naquilo que meus sensores podem detectar”. Como a grande maioria dos sensores e instrumentais são igualmente apartados da realidade cotidiana da maioria das pessoas, ficarei com a primeira sentença. Existe um problema

Continue lendo…